12ª edição 29 de fevereiro de 1940 E Tudo o Vento Levou










Gone with the Wind, " E Tudo o Vento Levou" é um filme norte-americano lançado em 1939, com Vivien Leigh, Clark Gable, Olivia de Havilland e Leslie Howard.

Trata-se de um romance dramático dirigido por Victor Fleming e com roteiro de Sidney Howard, adaptado do livro homónimo de autoria de Margaret Mitchell. Entre os colaboradores do roteiro estiveram também os escritores F. Scott Fitzgerald e William Faulkner. É o filme com maior facturação da história, considerada a inflação. É também o filme mais assistido de todos os tempos, tendo sido visto por mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo.


Apesar de a direcção ter sido creditada exclusivamente a Victor Fleming, ele dirigiu apenas 45% do filme, com o restante cabendo a George Cukor, Sam Wood, William Cameron Menzies e Sidney Franklin.

O filme foi produzido por David O. Selznick, a banda sonora é de Max Steiner, a fotografia de Ernest Haller e Ray Rennahan, o desenho de produção de William Cameron Menzies, a direcção de arte de Lyle R. Wheeler, os figurinos de Walter Plunkett e a montagem de Hal C. Kern.

A produção de Gone with the Wind custou pouco mais de cinco milhões de dólares aos cofres da MGM e, quatro anos depois de seu lançamento, a renda obtida pelo filme nas bilheteiras já superava a marca dos 32 milhões de dólares.

O filme, na sua primeira parte, mostra uma visão idealizada da sociedade branca do velho sul dos Estados Unidos da América. Os senhores de escravos são mostrados como protectores benevolentes, e a causa confederada como nobre defesa da terra natal e de um modo de vida.

Essa civilização que o vento levou é definida, na abertura do filme, da seguinte

Havia uma terra de cavaleiros e campos de algodão chamada "O Velho Sul". Neste mundo bonito, a Galanteria fez sua última mesura. Lá puderam ser vistos, pela última vez, cavalheiros e suas belas damas, senhores e escravos. Procure-a apenas em livros, pois hoje não é mais que um sonho a ser lembrado. Uma civilização que o vento levou…



Na segunda parte do filme, após a derrota do Sul na Guerra Civil, são mostrado os ex-escravos, juntos com os nortistas, (os ianques), explorando os endividados fazendeiros sulistas. Com isso, o filme apresenta um alinhamento tardio com o movimento chamado Lost Cause, como Jezebel, The Undefeated, Santa Fe Trail, The General e The Birth of a Nation, os quais também apresentam uma visão positiva sobre a sociedade sulista e apresentam a visão sulista sobre a Guerra Civil.

Gone with the Wind foi um dos primeiros filmes a cores, usando a tecnologia technicolor, a ganhar o Oscar de melhor filme. Este também é o segundo filme mais longo da história a entrar nos circuitos dos cinemas, com 3 horas e 53 minutos de duração, sendo superado apenas por Cleópatra, e provavelmente o quarto filme mais longo de todos os tempos, segundo estimativas perde apenas para A Cura da Insônia e Cleópatra já citado.




O filme conta a história da voluntariosa Scarlett O'Hara, filha de um imigrante irlandês que se tornou um rico fazendeiro do sul dos Estados Unidos, pouco antes da Guerra Civil Americana.

Scarlett começa o filme como uma bela e mimada jovem, que vive na fazenda dos seus pais. É apaixonada por Ashley Wilkes, filho do fazendeiro vizinho, mas este fica noivo da doce Melanie Hamilton. No meio desta descoberta, Scarlett conhece Rhett Butler, um cavalheiro de má reputação e que não toma partido na disputa entre Sul e Norte do país. Butler apaixona-se instantaneamente por Scarlett, que não o retribui. Para fazer ciúmes a Ashley, logo de seguida, Scarlett casa-se com Charles Hamilton, irmão de Melanie. Após os casamentos, Ashley e Charles partem para a Guerra Civil, recém-declarada. Contudo, Charles morre pouco tempo depois. Após ficar viúva, Scarlett vai para a cidade de Atlanta para viver com Melanie e aguardar a volta de Ashley, e acaba por servir ao Sul, como enfermeira, ajudando a cuidar dos feridos da chamada Guerra de Secessão. Durante esse tempo fora de casa começa a sentir na pele o sofrimento, fome e pobreza. Ao voltar para a fazenda dos pais, Scarlett encontra sua mãe morta, seu pai louco e toda a fortuna destruída. Diante dessa situação desesperada toma as devidas providências para não deixar que tomem a sua querida fazenda Tara. Para tanto, casa-se com o noivo de sua irmã por este estar a prosperar, mesmo ainda amando Ashley. Todavia, Scarlett torna-se viúva novamente.

Durante esse processo, Scarlett precisa da ajuda de Rhett diversas vezes, chegando até a casar-se com ele após a perda de seu segundo marido, por interesse. O casamento é conturbado e o casal têm uma filha, Bonnie, que morre tragicamente. Pouco depois, Melanie adoece e morre. Ao ver a desolação de Ashley pela morte da esposa e Rhett indo embora, Scarlett faz uma importante descoberta; contribuindo assim para o desfecho surpreendente.



Elenco


Vivien Leigh - Scarlett O'Hara
Clark Gable - Rhett Butler
Olivia de Havilland - Melanie Hamilton Wilkes
Leslie Howard - Ashley Wilkes
Hattie McDaniel - Mammy
Thomas Mitchell - Gerald O'Hara
Barbara O'Neil - Ellen O'Hara
Evelyn Keyes - Suellen O'Hara
Ann Rutherford - Carreen O'Hara
George Reeves - Stuart Tarleton
Fred Crane - Brent Tarleton
Butterfly McQueen - Prissy
Victor Jory - Jonas Wilkerson
Everett Brown - Big Sam
Howard Hickman - John Wilkes
Alicia Rhett - Índia Wilkes
Rand Brooks - Charles Hamilton
Carroll Nye - Frank Kennedy
Mary Anderson - Maybelle Merriwether
Mickey Kuhn - Beau Wilkes
Cammie King - Bonnie Blue Butler
Ona Munson - Belle Watling
Laura Hope Crews - Tia Pittypat Hamilton
Tom Tyler - Oficial



Imagens e textos (tradução automática), colhidos da internet

Sem comentários:

Enviar um comentário