54ª edição 29 de março de 1982 Momentos de Glória




O filme mostra a preparação da equipe olímpica de atletismo da Grã-Bretanha para os Jogos Olímpicos de 1924, em Paris.

As Olimpíadas de 1924, em Paris, se aproximam. Eric Liddell (Ian Charleson) e Harold Abrahams (Ben Cross) pretendem disputá-la, mas seguem caminhos bem diferentes. Liddell é um missionário escocês que corre em devoção a Deus. Já Abrahams é filho de um judeu que enriqueceu recentemente e deseja provar sua capacidade para a sociedade de Cambridge. Liddell corre usando seu talento natural, enquanto que Abrahams resolve contratar um treinador. Ambos seguem as eliminatórias sem problemas, até que uma das classificatórias de Liddell é marcada para domingo. Ele se recusa a competir, por ser este um dia santo. Percebendo a situação, um nobre oferece a Liddell sua vaga na disputa dos 400 metros. Ele aceita e vence a corrida, assim como Abrahams. A partir de então, os dois integram a equipe do Reino Unido para as Olimpíadas.




Elenco
Ben Cross .... Harold Abrahams
Ian Charleson .... Eric Liddell
Ian Holm .... Sam Mussabini
Alice Krige .... Sybil Gordon
Nicholas Farrell .... Aubrey Montague
Cheryl Campbell .... Jennie Liddell
John Gielgud .... Master de Trinity
Lindsay Anderson .... Master de Caius
Nigel Havers .... Lord Andrew Lindsay
Daniel Gerroll .... Henry Stallard
Nigel Davenport .... Lord Birkenhead
Brad Davis .... Jackson Scholz







Oscar 1982 (Estados Unidos)
Venceu na categoria de Melhor filme, Melhor roteiro original (Colin Welland), Melhor figurino (Milena Canonero) e Melhor trilha sonora(Vangelis).
Indicado/nomeado nas categorias de Melhor diretor (Hugh Hudson), Melhor Ator coadjuvante/secundário (Ian Holm) e Melhor edição (Terry Rawlings).

BAFTA 1982 (Reino Unido)
Venceu nas categorias de Melhor filme, Melhor ator coadjuvante/secundário (Ian Holm) e Melhor figurino.
Vangelis foi indicado/nomeado ao Prêmio Anthony Asquith de Melhor música para cinema.
Indicado nas categorias de Melhor direção, Melhor edição, Melhor fotografia (David Watkin), Melhor roteiro, Melhor direção de arte, Melhor som e Melhor ator coadjuvante (Nigel Havers).

Festival de Cannes 1981 (França)
Venceu na categoria de Melhor ator coadjuvante (Ian Holm).
Hugh Hudsons recebeu o Prêmio do Júri Ecuênico – Menção especial.
Indicado à Palma de Ouro.

Globo de Ouro 1982 (Estados Unidos)
Venceu na categoria de Melhor filme estrangeiro.

Prêmio NYFCC 1981 (Estados Unidos)
Venceu na categoria de Melhor fotografia.

Academia Japonesa de Cinema 1983 (Japão)
Venceu na categoria de Melhor Filme em língua estrangeira.


Imagens e textos (tradução automática), colhidos da internet

Sem comentários:

Enviar um comentário