64ª edição 30 de março de 1992 O Silêncio dos Inocentes




Clarice Starling é uma jovem agente do FBI escalada para entrevistar um criminoso terrível, inteligente e violento, com a intenção de capturar um assassino em série que está solto, matando mulheres. Como elemento de ligação entre os crimes, apenas uma inusitada pista: casulos de uma mariposa tropical eram encontrados no interior dos corpos das vítimas.

O assassino sequestra a filha de uma senadora, Ruth Martin e, com isso, todo o aparato policial é mobilizado para sua captura.

Para fazer o perfil psicológico do sequestrador, Clarice serve-se de um sociopata, Hannibal Lecter, condenado à prisão perpétua por nove assassinatos e detido há mais de oito anos.

Tem início um jogo de pistas e enigmas que elevam a tensão do filme, onde Hannibal, um ex-psiquiatra que se tornara canibal, consegue engendrar uma espetacular fuga.

O sequestrador é um transexual que, insatisfeito com sua forma física, planeja construir para si uma segunda pele feminina, servindo-se das peles de suas vítimas. Sua última vítima era justamente a filha da senadora, que é aprisionada num poço aberto no porão de uma velha casa.

Seguindo as pistas do psiquiatra-canibal, Clarice passa a concentrar suas investigações na primeira vítima do serial-killer: aquela que despertara sua cobiça deveria viver próximo a ele. Com isso, ela descobre a residência atual de um ex-vizinho dessa vítima e, já indo embora, vê uma mariposa exótica voando no interior da residência, indicando ser aquele o verdadeiro homicida. Tem início uma das sequências mais tensas do cinema, que ocorre na escuridão dos porões da casa do assassino.

O filme encerra, com a cena de Hannibal Lecter livre, nas ruas do Haiti, indo atrás do Dr. Chilton, o diretor do seu antigo sanatório.





Elenco

Scott Glenn como Jack Crawford
Ted Levine como Jame "Buffalo Bill" Gumb
Anthony Heald como Dr. Frederick Chilton
Brooke Smith como Catherine Martin
Kasi Lemmons como Ardelia Mapp
Frankie Faison como Barney Matthews
Diane Baker como Senadora Ruth Martin
Tracey Walter como Lamar
Charles Napier como Tenente Boyle
Danny Darst como Sargento Tate
Ales Coleman como Sargento Jim Pembry
Dan Butler como Roden
Paul Lazar como Pilcher
Ron Vawter como Paul Krendler
Roger Corman como Diretor do FBI Hayden Burke
George A. Romero Agente do FBI lotado em Menphis (não creditado)
Chris Isaak como Comandante da SWAT
Harry Northup como Sr. Bimmel
Masha Skorobogatov como jovem Clarice Starling







Principais prémios e indicações

Oscar 1992 (EUA)


Oscar 1992 Melhor Filme Edward Saxon, Kenneth Utt, Ron Bozman Venceu
Melhor Diretor Jonathan Demme Venceu
Melhor Ator Anthony Hopkins Venceu
Melhor Atriz Jodie Foster Venceu
Melhor Roteiro Adaptado Ted Tally Venceu Adaptado de O Silêncio dos Inocentes de Thomas Harris
Melhor Edição Craig McKay Indicado
Melhor Som Tom Fleischman e Christopher Newman Indicado

Globo de Ouro 1992 (EUA)
Vencedor na categoria de Melhor Atriz em Cinema - Drama (Jodie Foster).
Indicado também nas categorias de Melhor Diretor - Cinema (Jonathan Demme), Melhor Filme - Drama, Melhor Ator em Cinema - Drama (Anthony Hopkins) e Melhor Roteiro - Cinema (Ted Tally).

BAFTA 1992 (Reino Unido)
Venceu nas categorias de Melhor Ator (Anthony Hopkins) e Melhor Atriz (Jodie Foster).
Foi também indicado nas categorias de Melhor Fotografia (Tak Fujimoto), Melhor Direção (Jonathan Demme), Melhor Edição (Craig McKay), Melhor Filme, Melhor Trilha Sonora Original (Howard Shore), Melhor Roteiro Adaptado (Ted Tally) e Melhor Som.

Festival de Cinema de Berlim 1991 (Alemanha)
Vencedor do prêmio Urso de Prata na categoria de Melhor Diretor (Jonathan Demme).
Indicado ao Urso de Ouro.

Prêmio César 1992 (França)
Indicado na categoria de Melhor Filme Sstrangeiro.

Prêmio Edgar 1992 (Edgar Allan Poe Awards, EUA)
Vencedor na categoria de Melhor Filme.

NYFCCA 1991 (New York Film Critics Circle Awards, EUA)
Venceu nas categorias de Melhor Ator (Anthony Hopkins), Melhor Atriz (Jodie Foster), Melhor Diretor (Jonathan Demme) e Melhor Filme.

People's Choice Award 1992 (EUA)
Venceu na categoria de Filme Dramático Favorito.

Saturn Awards 1992 (EUA)
Venceu nas categorias de Melhor Ator (Anthony Hopkins), Melhor Filme de Horror, Melhor Maquiagem, Melhor Roteiro (Ted Tally).
Foi indicado também nas categorias de Melhor Atriz (Jodie Foster), Melhor Figurino, Melhor Diretor (Jonathan Demme) e Melhor Música (Howard Shore).

Academia Japonesa de Cinema 1992 (Japão)
Indicado na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.



Imagens e textos (tradução automática), colhidos da internet

Sem comentários:

Enviar um comentário