70ª edição 23 de março de 1998 Titanic


Em 1996, o caçador de tesouros Brock Lovett e sua equipe exploram os destroços do RMS Titanic, à procura de um colar de diamante chamado de Coração do Oceano. Eles recuperam o cofre de Caledon "Cal" Hockley, acreditando que o colar está dentro, porém acabam encontrando apenas um desenho de uma mulher nua usando o colar, datado do dia 14 de abril de 1912, o dia em que o Titanic colidiu com um iceberg. Uma mulher idosa chamada Rose Dawson Calvert, ouvindo sobre o desenho numa reportagem televisiva a respeito da expedição, liga para Lovett e afirma ser a mulher do desenho, viajando junto com sua neta Lizzy até o navio de pesquisa. Ao ser perguntado sobre o diamante, Rose lembra de seu tempo abordo do Titanic, revelando ser Rose DeWitt Bukater, uma passageira de primeira classe que acreditava-se estar morta.

Em 1912, Rose, com então 17 anos, embarca no navio em Southampton como uma passageira da primeira classe junto com seu noivo, Cal, filho de uma magnata do aço de Pittsburgh, e sua mãe, Ruth DeWitt Bukater. Ruth salienta a importância do casamento de Rose, já que ele vai resolver os secretos problemas financeiros dos DeWitt Bukater. Perturbada pelo casamento, Rose considera se suicidar ao tentar pular do navio. Um passageiro da terceira classe, chamado Jack Dawson, a faz mudar de ideia. Por insistência de Rose, Cal convida Jack para jantar na noite seguinte. Jack e Rose desenvolvem uma amizade, apesar de Cal e Ruth desconfiarem do jovem artista. Depois do jantar na primeira classe, Rose se junta a Jack para uma festa na terceira classe.

Proibida de ver Jack, Rose tenta repelir os avanços do artista. Logo ela percebe preferi-lo ao invés de Cal, e o encontra na proa do Titanic naqueles que seriam os últimos momentos à luz do dia do navio. Os dois vão para a cabine de Rose e ela pede para que Jack a desenhe nua usando o colar Coração do Oceano, o presente de casamento de Cal. Pouco tempo depois, os dois fogem do guarda-costas de Cal e fazem amor no compartimento de carga do navio. Depois de voltarem para o convés do navio, eles testemunham o Titanic colidir com um iceberg e ouvem seus oficiais comentando a gravidade da situação. Eles decidem avisar sua Ruth e Cal.

Cal descobre o desenho de Jack e uma carta de Rose em seu cofre junto com o colar. Furioso, ele faz seu guarda-costas colocar o colar no bolso do casaco de Jack. Acusado de roubo, ele é levado até o escritório do mestre-de-armas e algemado em um cano. Cal coloca o colar no bolso de seu casaco, e Rose foge dele e de sua mãe (já dentro de um bote), resgatando Jack. O navio começa então a lançar fogos de artifício para tentar chamar a atenção de outros navios

Quando os dois chegam ao convés dos botes, Cal e Jack fazem com que Rose entre em um bote salva-vidas, com Cal afirmando que ele fez um acordo com um oficial para que ele e Jack se salvem. Depois dela entrar, Cal conta que o acordo é apenas para ele mesmo. Enquanto o bote de Rose é abaixado, ele pula de volta para o navio e se reencontra com Jack. Cal pega uma pistola e os persegue até o parcialmente inundado salão de jantar da primeira classe. Depois de sua munição acabar, ele percebe que havia dado seu casaco com o diamante para Rose. Com a situação do Titanic ficando crítica, ele volta para o convés e entra em um bote fingindo cuidar de uma criança perdida.

Jack e Rose voltam para o convés, porém todos os botes já partiram e os passageiros estão caindo para a morte enquanto o navio se inclina mais. O Titanic se parte em dois, e a popa se ergue 90° fora da água com os dois nela. Depois do navio ter afundado por completo, Jack ajuda Rose a subir em uma painel de uma parede, que apenas aguenta o peso dela. Se segurando ao painel, ele afirma que ela irá morrer bem velha, em uma cama quente. Enquanto isso, o Quinto Oficial Harold Lowe traz seu barco de volta para tentar resgatar sobreviventes da água. Ele salva Rose, mas não chega cedo o bastante para resgatar Jack, que morre de hipotermia. Ela e os outros sobreviventes são levados pelo RMS Carpathia até Nova Iorque, onde ela mente seu nome, dizendo-se chamar Rose Dawson.

Com sua história completa, Rose vai para a popa do navio de Lovett. Lá, ela pega o Coração do Oceano, que esteve em sua posse durante todos esses anos, e o joga no mar. Aparentemente morta em sua cama (do jeito que Jack disse), as fotos ao seu lado mostram que ela viveu a vida que Jack a inspirou ter. A jovem Rose é então vista se reunindo com Jack na Grande Escadaria do Titanic, recebida por todos que morreram no navio.




Personagens fictícios

Leonardo DiCaprio como Jack Dawson: James Cameron disse que o elenco precisava parecer ter realmente estado no Titanic, para reviver sua vivacidade, e tinham de "canalisar a energia e entregá-la a Jack, ele é um artista capaz de fazer seu coração voar". No filme, Jack é mostrado como um homem pobre de Chippewa Falls,Wisconsin, que já viajou para vários lugares do mundo, especialmente para Paris. Ele ganha dois bilhetes para o RMS Titanic em um jogo de pôquer e viaja como um passageiro da terceira classe junto com seu amigo Fabrizio. Ele fica atraído por Rose ao vê-la pela primeira vez, e a conhece quando ela tenta pular da popa do navio. Isso permite que ele se misture com alguns passageiros da primeira classe. Ao escalar o papel, vários actores bem conhecidos, como Matthew McConaughey, Chris O'Donnell,Billy Crudup e Stephen Dorff, foram considerados, porém Cameron achou que eles eram muito velhos para interpretar um personagem de 20 anos de idade. Tom Cruise expressou interesse em interpretar o personagem, porém seu salário alto impediu qualquer tipo de negociação.] DiCaprio, com 22 anos na época, chegou a Cameron por intermédio da directora de elenco Mali Finn. Inicialmente, ele não queria interpretar o personagem, e se recusou a ler sua primeira cena romântica no cenário. Cameron lembra, "Ele leu uma vez, e então começou a brincar, e eu nunca consegui focá-lo novamente. Porém em menos de um segundo, um feixe de luz desceu do céu e incendiou a floresta". O diretor acreditava fortemente na capacidade de atuação de DiCaprio, dizendo para ele, "Veja, não vou fazer esse cara neurótico e meditativo. Não vou lhe dar um tique e uma coxeadura como você quer". Cameron tinha imaginado o personagem ao estilo de James Stewart. Na versão brasileira, é dublado por Danton Mello.
Kate Winslet como Rose DeWitt Bukater: Cameron disse que Winslet "tinha aquilo que você procura", e que havia "uma qualidade em seu rosto, em seus olhos", que ele "sabia que todos estariam prontos a ir longe com ela". Rose é uma garota de 17 anos, nativa da Filadélfia, que é forçada a ficar noiva de Caledon Hockley, de 30 anos, para que ela e sua mãe, Ruth, possam manter seu status de classe alta depois da morte de seu pai ter deixado uma grande dívida para a família. Rose embarca no Titanicjunto com Cal e Ruth como uma passageira da primeira classe, conhecendo Jack. Winslet disse que a personagem "têm muito a dar, e ela tem um coração muito aberto. E ela quer explorar um mundo de aventura, porém sente que isso não vai acontecer".[8] Gwyneth Paltrow, Claire Danes e Gabrielle Anwar foram consideradas.Quando todas recusaram, Winslet, na época com 22 anos, fez campanha forte para o papel. Ela enviou notas diárias a Cameron da Inglaterra, que fez o diretor convidá-la para um teste. Como DiCaprio, a diretora de elenco Mali Finn originalmente a levou até Cameron. Ao procurar por uma Rose, o diretor a descreveu a personagem como "uma ao estilo Audrey Hepburn" e inicialmente estava inseguro sobre contratar actriz, mesmo depois de seu teste tê-lo impressionado.Depois de um teste junto com DiCaprio, Winslet se impressionou muito com o ator, sussurrando para Cameron, "Ele é ótimo. Mesmo se você não me escolher, escolha ele". Winslet enviou a Cameron uma rosa com um bilhete dizendo "Da sua Rose". Depois de muito insistir pelo telefone, inclusive dizendo "Eu sou a Rose! Não sei por que você está vendo outras pessoas!", e por seu talento, Winslet finalmente convenceu Cameron a contratá-la para o papel.Na versão brasileira, é dublada por Mônica Rossi.
Billy Zane como Caledon Nathan "Cal" Hockley: o noivo de Rose. Ele é arrogante e esnobe, herdeiro de uma fortuna de aço de Pittsburgh. Ele fica cada vez mais invejoso e cruel sobre a relação de Rose com Jack. Ele mais tarde comete suicídio depois de perder seu dinheiro na Quebra da Bolsa de 1929. McConaughey também recebeu uma oferta para interpretar o papel.Na versão brasileira, é dublado por Marco Antônio Costa.
Frances Fisher como Ruth DeWitt Bukater: a mãe viúva de Rose, que arruma seu casamento com Cal para manter o status de classe alta da família. Apesar de amar sua filha, Ruth acredita que a posição social é mais importante. Ela despreza Jack, apesar dele ter salvado a vida de Rose. Na versão brasileira, é dublada por Geisa Vidal.
Gloria Stuart como Rose Dawson Calvert: Rose narra o filme a partir dos dias modernos. Cameron afirmou, "para podermos ver o passado e o presente, decidi criar uma sobrevivente fictícia que tem [quase] 101 anos, e ela nos conecta pela história". A Rose de 100 anos de idade da a Lovett informações sobre o "Coração do Oceano" depois dele descobrir um desenho seu nua nos destroços do navio. Ela conta sua história sobre seu período abordo do navio, mencionando Jack pela primeira vez desde o naufrágio. Aos 87 anos, Stuart teve de parecer bem mais velha para o papel. Sobre a escolha da atriz, Cameron disse "Minha diretora de elenco a encontrou. Ela foi enviada em uma missão para encontrar uma atriz aposentada da Era de Ouro dos anos trinta e quarenta".O diretor disse não conhecer Stuart, e que Fay Wray também foi considerada para o papel. "Porém [Stuart] estava tão interessada, e tão lúcida, e tinha um espírito exelente. Vi a conexão entre seu espírito e o espírito de Kate [Winslet]", afirmou Cameron. "Eu vi o ‘’joie de vivre’’ nas duas, e achei que o público conseguiria fazer o salto cognitivo que elas eram a mesma pessoa". Winslet e Stuart afirmaram acreditar que Rose morre ao final do filme, apesar de Cameron afirmar em seu comentário em áudio do filme que ele prefere deixar que cada espectador encontre sua própria interpretação para o final. Stuart morreu em 26 de setembro de 2010, aos 100 anos de idade, aproximadamente a mesma idade de sua personagem no filme.[Na versão brasileira, é dublada por Sonia de Morais.
Bill Paxton como Brock Lovett: um caçador de tesouros procurando pelo "Coração do Oceano" nos destroços do Titanic. O tempo e o financiamento de sua expedição estão acabando. Ele mais tarde reflete ao final do filme que, apesar de ter pensado no Titanic durante três anos, ele nunca o entendeu até ouvir a história de Rose. Na versão brasileira, é dublado por Hélio Ribeiro.
Suzy Amis como Lizzy Calvert: a neta de Rose que a acompanha até o navio de Lovett. Dublada no Brasil por Sheila Dorfman.
Danny Nucci como Fabrizio De Rossi: italiano que embarca no Titanic após Jack, seu amigo, ganhar dois bilhetes em um jogo de pôquer. Fabrizio não embarca em um bote salva-vidas quando o Titanic começa a afundar, morrendo esmagado pela queda da primeira chaminé do navio.[19] Dublado no Brasil por Francisco Quintiliano.
David Warner como Spicer Lovejoy: um antigo policial, Lovejoy vira o guarda-costas pessoal de Hockley, vigiando Rose após seus seguidos encontros com Jack. Dublado no Brasil por Alfredo Martins
Jason Barry como Thomas "Tommy" Ryan: um passageiro irlandês da terceira classe que fica amigo de Jack e Fabrizio. Tommy é morto quando ele é acidentalmente empurrado e baleado pelo Primeiro Oficial Murdoch. . Na versão brasileira, é dublado por Christiano Torreão.

Personagens reais

Kathy Bates como Margaret "Molly" Brown: Brown é um pouco desprezada por outras passageiras da primeira classe, incluindo Ruth, chamando-a de "vulgar" e "nova rica" devido a sua riqueza repentina. Ela é amistosa com Jack e lhe empresta um smoking (comprado para seu filho) quando ele é convidado para jantar com a primeira classe. Apesar de Brown ter sido uma pessoa real, Cameron escolheu não mostrar suas ações da vida real. Brown foi chamada de "A Inafundável Molly Brown" porque ela, com a ajuda de outras mulheres, tiraram o comando do Bote Salva-Vidas 6 do Contramestre Robert Hichens. Alguns aspectos dessa tomada de controle são mostrados no filme. Ela é chamada de Molly durante o filme; entretanto, durante sua vida, ela era chamada de Maggie, com Molly se tornando um apelido póstumo.
Victor Garber como Thomas Andrews: o construtor do navio, Andrews é mostrado como um homem muito bondoso e agradável, modesto acerca de sua grande realização. Após a colisão, ele tenta convencer outros, particularmente Ismay, que há uma "certeza matemática" que o Titanic vai afundar. Durante o naufrágio, ele é mostrado como tendo ficado próximo a um relógio na sala de fumar da primeira classe, lamentado seu fracasso em construir um navio mais forte. Não se sabe como o verdadeiro Andrews morreu.
Bernard Hill como Capitão Edward Smith: Smith planejava se aposentar após a viagem inaugural do Titanic. Ele se tranca na ponte de comando enquanto o navio naufraga, morrendo quando a água quebra as janelas. É discutido se ele morreu dessa forma ou que tenha congelado até a morte, como relatos afirmam tê-lo visto próximo ao Bote Desmontável B.
Jonathan Hyde como J. Bruce Ismay: Ismay é mostrado como um passageiro da primeira classe rico e ignorante. No filme, ele usa seu cargo como diretor da White Star Line para influenciar o Capitão Smith em viajar o mais rápido possível para chegarem em Nova Iorque antes do previsto, atraindo uma publicidade favorável; apesar de essa ação aparecer em vários filmes sobre o desastre, ela não tem suporte em evidências. Após a colisão, ele luta para entender que seu navio "inafundável" está condenado, mais tarde se esgueirando para dentro de um bote salva-vidas.
Eric Braeden como Coronel John Jacob Astor IV: um passageiro da primeira classe quem Rose chama de o homem mais rico abordo. O filme mostra Astor e sua esposa de 18 anos Madeleine sendo apresentados a Jack por Rose no salão de jantar da primeira classe. Ele é visto pela última vez na Grande Escadaria quando o domo implode e a água inunda o lugar. Na realidade, Astor morreu ao ser esmagado quando uma das chaminés caiu.
Bernard Fox como Coronel Archibald Gracie IV: o filme mostra Gracie comentando com Cal que "mulher e máquina não combinam", e parabenizando Jack por ter salvo Rose, mesmo ele não sabendo da tentativa de suicídio. Apesar de o filme mostrar Gracie com um sotque britânico, ele era norte-americano. Gracie sobreviveu ao naufrágio no emborcado Desmontável B. Fox também interpretou o vigia Frederick Fleet no filme A Night to Remember.
Michael Ensign como Benjamin Guggenheim: um magnata da mineração viajando na primeira classe. Ele mostra sua amante francesa Madame Aubert para outros passageiros enquanto sua família o espera em casa. Quando Jack se junta aos outros passageiros da primeira classe para jantar, Guggenheim o chama de "boêmio".
Jonathan Evans-Jones como Wallace Hartley: violinista e líder da banda do Titanic, que toca músicas alegres junto com seus colegas no convés dos botes durante o naufrágio. Quando o mergulho final começa, ele lidera a banda em uma performance final de "Nearer, My God, to Thee", morrendo no naufrágio. Foi muito discutido durante anos se foi essa música ou a valsa "Autunn" que foi tocada por último.
Ewan Stewart como Primeiro Oficial William Murdoch: o oficial encarregado da ponte na noite da colisão com o iceberg. Durante o caos no convés dos botes, Murdoch acidentalmente atira em Tommy Ryan e em outro passageiro em um momento de pânico, cometendo suicídio logo depois, uma liberdade artistica e ficcional que gerou muitas críticas. Quando o sobrinho de Murdoch, Scott, assistiu o filme, ele se opôs a representação de seu tio, dizendo que isso danificava a reputação heroica de Murdoch. Alguns meses depois, o vice-presidente da 20th Century Fox, Scott Neeson, foi até Dalbeattie, Escócia, onde Murdoch viveu, para entregar uma desculpa formal e presentear a Dalbeattie High School com uma doação de £5.000 para incentivar o William Murdoch Memorial Prize. Cameron se desculpou em seu comentário em áudio, porém afirmou que muitos oficiais dispararam armas para manter a política do "mulheres e crianças primeiro".
Jonathan Phillips como Segundo Oficial Charles Lightoller: o oficial mais sênior a sobreviver ao naufrágio. O filme mostra Lightoller dizendo ao Capitão Smith que vai ser difícil enxergar icebergs sem a água batendo em suas bases. Ele é mostrado apontando sua arma e ameaçando usá-la para manter a ordem. Thomas Andrews da uma bronca em Lightoller por não encher os botes salva-vidas de acordo com o peso ideal para suporta-lo. Lightoller é visto pela última vez se segurando ao Desmontável B quando a primeira chaminé cai.
Mark Lindsay Chapman como Oficial Chefe Henry Wilde: ele deixa Cal entrar em um bote por ele estar segurando uma criança. Antes de morrer, ele tenta fazer com que os botes retornarem ao local do naufrágio assoprando seu apito. Depois de morrer congelado, Rose usa o apito para chamar a atenção do Quinto Oficial Lowe, que liderava uma tentativa de resgate. Não se sabe como o verdadeiro Wilde morreu.
Ioan Gruffudd como Quinto Oficial Harold Lowe: o único oficial a voltar com seu bote para procurar sobreviventes após o naufrágio. Durante o naufrágio, quando Lowe esta descendo em um bote, Lowe da dois tiros pro alto pedindo para que os homens se afasta-se dos botes, obedecendo a lei de somente mulheres e criança O filme mostra Lowe resgatando Rose.
Edward Fletcher como Sexto Oficial James Moody: o único oficial júnior do navio a morrer. Moody deixa Jack e Fabrizio entrarem pouco antes do Titanic partir deSouthampton. Moody é mais tarde mostrado seguindo as ordens de Murdoch para aumentar a velocidade do navio, além de estar presente na ponto no momento da colisão.
James Lancaster como Padre Thomas Byles: Byles, um padre católico da Inglaterra, é mostrado rezando e consolando os passageiros nos momentos finais do naufrágio, com o navio já muito inclinado, pregando-lhes um sermão sobre o novo Céu e a nova Terra. Aparentemente, morre no naufrágio.
Lew Palter e Elsa Raven como Isidor Straus e Ida Straus, respectivamente: Isidor é o antigo dono da R.H. Macy and Company, ex-congressista de Nova Iorque e um membro da New York and New Jersey Bridge Commission. Durante o naufrágio, sua esposa Ida recebe a oferta de um lugar em um bote, porém recusa, dizendo que irá honrar seus votos de casamento e permanecer com Isidor. Os dois são vistos pela última vez em sua cabine, abraçados na cama enquanto a água invade o aposento.
Martin Jarvis como Sir Cosmo Duff-Gordon: um baronete escocês que se salvou abordo do Bote Salva-Vidas 1. É ele que pergunta para Jack: "Foi assim mesmo que aconteceu?" após ele ter salvado a vida de Rose na popa do navio. Ele e sua esposa estavam entre as 12 pessoas no Bote 1, cuja capacidade era 40. Ele foi acusado de subornar os outros tripulantes do bote para não voltarem e resgatarem aqueles que caíram na água, porém a investigação inglesa do acidente os liberou de quais quer acusações.
Rosalind Ayres como Lucy, Lady Duff-Gordon: costureira mundialmente famosa e a esposa de Sir Cosmo.
Rochelle Rose como Noël Leslie, Condessa de Rothes: a Condessa é mostrada como amistosa para com Cal e os DeWitt Bukater. Apesar de estar em uma posição social mais alta que Sir Cosmo e Lady Duff-Gordon, ela é bondosa, ajuda a remar o bote e se preocupa com os passageiros da terceira classe.
Scott G. Anderson como Frederick Fleet: o vigia que avistou o iceberg. Fleet escapa do naufrágio no Bote 6.
Paul Brightwell como Contramestre Robert Hichens: Hichens estava no leme do Titanic no momento da colisão. Ele foi encarregado do Bote 6, se recusando a voltar e resgatar sobreviventes após o naufrágio. Eventualmente, Margaret Brown conseguiu assumir o comando do bote.
Martin East como Reginald Lee: o outro vigia do navio. Lee sobreviveu ao naufrágio no Bote 13.
Simon Crane como Quarto Oficial Joseph Boxhall: oficial responsável por disparar os fogos de artifício para tentar chamar a atenção de outros navios e encarregado do Bote 2. Crane foi o coordenador de dublês do filme.
Gregory Cooke como Jack Phillips: oficial de rádio sênior abordo do Titanic. Ele recebe ordens do Capitão Smith para enviar um sinal de socorro.
Craig Kelly como Harold Bride: operador júnior do rádio. Bride sobreviveu ao naufrágio no Desmontável B.
Liam Tuohy como Padeiro Chefe Charles Joughin: o padeiro aparece na popa do Titanic junto com Jack e Rose quando esta afunda, bebendo whisky. De acordo com o testemunho do verdadeiro Joughin, ele saiu do navio quando a popa afundou sem molhar o cabelo, admitindo também não ter sentido muito frio, provavelmente devido ao álcool que estava bebendo.
Terry Forrestal como Engenheiro Chefe Joseph Bell: Bell e seus homens trabalharem até o fim para manter as luzes acesas e a energia para que sinais de socorro continuassem a serem enviados. Ele e todos os engenheiros morreram nas caldeiras do Titanic.
Kevin De La Noy como Terceiro Oficial Herbert Pitman: ele é encarregado do Bote 5.
Os Músicos: os músicos aparecem no final do filme, tocando violino, na hora em que o Titanic está afundando. Quando dois deles percebem que ninguém está se acalmando com a música, desistem e vão embora, mas voltam quando o maestro toca sozinho. A música tocada por ele é um hino evangélico da Harpa Cristã, Mais Perto Eu Quero Estar. A melodia acalma um pouco a situação. O mais provável é que eles tenham morrido no navio, não se sabe se escaparam por um bote.



OSCAR 1998



Jon Landau Venceu

Conrad Buff IV
James Cameron
Richard A. Harris Venceu
Melhor Fotografia Russell Carpenter Venceu

Peter Lamont
Michael Ford Venceu
Melhor Figurino Deborah L. Scott Venceu

Tina Earnshaw
Greg Cannom
Simon Thompson Indicado
Melhor Trilha-Sonora Dramática James Horner Venceu

Gary Rydstrom
Tom Johnson
Gary Summers
Mark Ulano Venceu

Christopher Boyes
Tom Bellfort Venceu

Thomas L. Fisher
Michael Kanfer
Mark Lasoff
Robert Legato Venceu

"My Heart Will Go On"
James Horner (música)
Will Jennings (letra) Vence





TITANIC – 40 CURIOSIDADES SOBRE O FILME
  • A 20th Century Fox precisou construir um estúdio novo para comportar a equipe de filmagem do filme e a réplica do navio, que tinha quase a mesma escala do original e que não cabia em nenhuma outra propriedade da empresa. A companhia comprou 40 acres de terra no litoral sul do México, onde construiu um tanque com mais de 60 milhões de litros d’água.A área mais profunda do oceano do filme tinha 1 metro de profundidade.

  • O filme Titanic custou mais do que o navio em si. A construção do navio, que ocorreu entre 1910 e 1912, custou US$ 7,5 milhões, que corrigidos para valores de 1997 ficariam em torno de US$ 150 milhões. Por sua vez, a produção cinematográfica foi orçada em US$ 200 milhões, que na época fazia da obra a mais cara de todos os tempos.

  • A réplica do navio construído para o filme é 10% menor que o verdadeiro Titanic.

  • A maior parte da decoração do navio foi construída sob a supervisão da White Star Line, a companhia original que construiu e forneceu o Titanic.

  • Após as filmagens, os restos do navio foram vendidos como sucata.

  • Todo o conjunto do navio foi montado em macacos hidráulicos, que podiam incliná-lo. 

  • James Cameron queria que Enya compusesse a trilha sonora, mas ela acabou recusando, o que abriu caminho para James Horner. O compositor havia se desentendido com Cameron durante a realização de Aliens, O Resgate, mas o diretor gostou tanto de seu trabalho em Coração Valenteque resolveu lhe dar nova chance.

  • James Cameron não queria incluir nenhuma música no filme. Secretamente, o compositor James Horner reuniu o letrista e Celine Dion para escrever “My Heart Will Go On” e gravar uma fita demo, que então foi apresentada a Cameron, que reagiu muito favoravelmente e incluiu a música.
  • Os estúdios queriam Matthew McConaughey para interpretar Jack, mas James Cameron insistiu em Leonardo DiCaprio. O nome de Macaulay Culkin também chegou a ser cotado para o papel principal, mas, ao que parece, Cameron nunca cogitou contratar o ator de Esqueceram de Mim, que na época tinha apenas 16 anos. Já Christian Bale foi recusado por ser britânico, uma vez que Cameron queria um ator americano para o papel.

  • Gwyneth Paltrow faria o papel de Rose.

  • Robert De Niro recebeu o convite para ser o Capitão Smith, mas recusou porque estava com uma infecção gastrointestinal.

  • Reba McEntire havia aceitado o papel de Molly Brown, mas devido a um conflito de compromissos, resolveu rejeitar o trabalho.

  • Os idosos abraçados na cama, enquanto a água inunda o quarto, simbolizam os donos da loja Macy´s. Ambos morreram. À Isa, ofereceram um lugar no bote salva-vidas, mas ela recusou, pois queria ficar com o marido, dizendo: “Como temos vivido juntos, vamos morrer juntos”. Houve uma cena filmada que retratou este momento, mas foi cortada da versão final.

  • Depois de descobrir que teria que ficar nua na frente de Leonardo DiCaprio, Kate Winslet decidiu quebrar o gelo e quando eles se conheceram, brincou, dando uma paquerada nele.
  • Gloria Stuart era a única integrante da equipe do longa que estava viva em 1912, quando ocorreu o naufrágio do navio. A atriz, que faleceu em 2010, sempre demonstrou muito orgulho em trabalhar no filme, que lhe rendeu indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante. Ela, no entanto, teria se mostrado insatisfeita por ter sido convidada para interpretar Rose com 101 anos, enquanto que tinha apenas 86 anos.

  • No set de Titanic, Leonardo DiCaprio teve seu lagarto de estimação atropelado por um caminhão! Mas o bichinho sobreviveu, depois de ser medicado.


  • Kate Winslet foi uma das poucas atrizes que não quiseram usar roupa de mergulho durante as cenas do naufrágio, como resultado, teve pneumonia. A atriz até chegou perto de abandonar a produção, mas foi convencida pelo diretor a continuar.

  • O casaco que Rose usava enquanto o navio naufragava era quatro números maior do que o dela. Suficiente para ajudar nas cenas.

  • O pedaço de madeira que flutuava sob Rose após o naufrágio é a réplica de um artefato genuíno que sobreviveu ao naufrágio e está em exposição no Museu Marítimo do Atlântico, em Halifax, Nova Scotia.

  • Nativa da Inglaterra, Kate teve aulas para imitar o sotaque americano. Kate afirma: “O sotaque americano é muito difícil de fazer… Trabalhei muito nisso, principalmente porque o sotaque vem da Filadélfia que foi de onde ela veio”.

  • A primeira cena a ser gravada foi a que Jack desenha Rose. Durante a filmagem, DiCaprio acidentalmente disse errado a sua fala, em vez de “deite-se no sofá” disse: “deite-se na cama… no sofá”. Cameron gostou tanto do erro que resolveu deixá-lo na edição final do filme.

  • A “cerveja” usada na parte pobre do navio era realmente cerveja.

  • A maioria dos atores nas cenas da casa das máquinas eram mais baixos para fazer o motor parecer muito maior.

  • Cameron não se contentou com as funções de diretor, roteirista, editor e produtor, e acabou fazendo algumas participações especiais no longa. Ele que realizou todos os desenhos de Jack, personagem de Leonardo DiCaprio. Inclusive, é a mão dele que aparece na clássica cena em que Jack desenha Rose. Como Cameron é canhoto e Jack destro, as imagens tiveram que ser invertidas na pós-produção. O cineasta ainda aparece na festa em que Jack e Rose dançam e pode ser visto atrás de Fabrizio (Danny Nucci) na cena em que Murdoch (Ewan Stewart) começa a atirar.
  • Conhecendo o perfeccionismo pelo qual Cameron é lembrado, o conceituado astrônomo americano Neil deGrasse Tyson não aceitou um erro na posição das estrelas em Titanic e tratou de contatar o cineasta para informá-lo. “Neil deGrasse Tyson me mandou um e-mail desaforado dizendo que, naquela época do ano e naquele ponto do Atlântico em 1912, quando Rose está deitada em um pedaço de madeira olhando para as estrelas, não são aquelas as estrelas que ela deveria estar vendo”, afirmou Cameron. O diretor desafiou o astrônomo a lhe enviar a posição correta das estrelas naquele momento, há quase 100 anos. Ao receber o material, James Cameron não pensou duas vezes e refilmou a cena, inserindo-a na versão 3D.

  • James Cameron realizou vários mergulhos onde está o Titanic original.

  • A mais cara suíte de primeira classe do Titanic custava cerca de US$ 4.350, o equivalente a aproximadamente US$ 75.000 hoje.

  • Titanic foi o primeiro filme de James Cameron que não incluiu ou mencionou armas nucleares.

  • Depois que terminou o script, Cameron descobriu que existiu um J. Dawson que morreu a bordo do Titanic. Hoje o túmulo é o mais visitado do cemitério.

  • A cena em que o salão com a grande escadaria é tomado por muita água só pôde ser realizada uma única vez. Todos os cenários e a ambientação foram destruídos na sequência, então só puderam fazer uma tomada. Ao todo, mais de 300 mil litros de água foram utilizados na cena, o que foi suficiente para destruir a escadaria por completo, inclusive o suporte de metal.

  • Na última noite de gravação, um brincalhão colocou uma substância alucinógena no ensopado servido para o elenco e equipe. 80 pessoas foram hospitalizadas com alucinações.

  • Muita gente reclama da longa duração de Titanic (3h14), mas poderia ter sido muito pior. O compositor James Horner afirmou que o primeiro corte bruto do filme tinha 36 horas!

  • Foi o primeiro filme na história do cinema a ultrapassar a barreira de um bilhão de dólares arrecadados apenas nas bilheterias.

  • Para manter em segredo a produção do filme, James Cameron usou o título falso “Ice Planet”.

  • O filme permaneceu na lista das 10 maiores bilheterias da semana, nos Estados Unidos, por quase seis meses.

  • A Paramount precisou enviar rolos reservas para os cinemas que tinham literalmente desgastado suas cópias.

  • No último dia de filmagem, a produção do filme estava tão certa de que o filme seria um sucesso, que todos se despediam dizendo “Vejo você no Oscar”. Após o fim das filmagens, a produção distribuiu camisas com a estampa “Eu sobrevivi a trabalhar com James Cameron”.

  • Lançado em dezembro de 1997, a película se tornou a mais lucrativa da História (com aproximadamente 1.8 bilhões de dólares, só foi ultrapassada recentemente por “Avatar”, do mesmo diretor) e foi indicada a 14 prêmios Oscar, vencendo 11, incluindo Melhor Diretor e Melhor Filme.

  • Titanic foi o primeiro filme a ser lançado em vídeo enquanto ainda era exibido nos cinemas.
Gloria Stuart




Imagens e textos (tradução automática), colhidos da internet

Sem comentários:

Enviar um comentário