Jessica Chastain


Jessica Chastain: uma Julie para os tempos modernos
Jessica Chastain será Julie, a heroína trágica de Strindberg, num filme realizado por Liv Ullmann, musa de Ingmar Bergman

Do Iraque para o sufoco que era ser-se filha de um homem rico e amar um motorista. Vai ser assim com Jessica Chastain

Do Iraque para o sufoco que era ser-se filha de um homem rico e amar um motorista. Vai ser assim com Jessica Chastain, a actriz nomeada para o Óscar de Melhor Actriz com 00h30: Hora Negra, de Kathryn Bigelow, que, segundo o jornal inglês The Guardian, foi escolhida pela actriz e realizadora Liv Ullmann para interpretar Menina Júlia, a heroína trágica que August Strindberg desenhou no longínquo ano de 1888, mas que ainda é tida como um modelo de libertação das mulheres.




Sem mais detalhes, avança-se, contudo, que será Colin Farrell a interpretar Jean, o empregado do pai de Julie por quem esta se apaixona e se dispõe a abandonar o fausto em que vivia. A observar tudo isto, como Christine, estará Samantha Morton, a criada que secretamente deseja Jean.

O filme marcará o regresso de Liv Ullmann, conhecida pelas interpretações nos filmes de Ingmar Bergman, à realização, depois de Faithless (2000), filme a partir de um texto de Bergman, que havia encenado Miss Julie em 1985.


Descrita como um texto naturalista, há, no modo como Strindberg explora o que são as convenções sociais, um trabalho atento ao modo como a acção é substituída pela reflexão, convocando os actores para um trabalho de maior interioridade do que de exposição.


A ambiguidade das personagens, o modo como se manipulam, num jogo que testa as fronteiras da moral e das convenções, fez com que a peça se tornasse num modelo não apenas para questionar o papel a que eram sujeitas as mulheres de uma certa burguesia e o modo como existia uma nova geração que questionava essas convenções, ainda que arriscando perder um estatuto. Strindberg, que seguia o manifesto de Emile Zola, Naturalismo para o Teatro (1881), com que se começara a corresponder, teria dificuldade em apresentar a suas peças. Escrita em 1888, Menina Julie passa-se anos antes, durante 1874, mas a sua estreia ocorreu apenas em Estocolmo, em 1906.


A primeira adaptação ao cinema data de 1912, uma média-metragem assinada pela sueca Anna Hofman-Udgreen. Depois disso a peça tem feito parte do repertório clássico e é ponto de passagem obrigatório na carreira de uma actriz. Entre os nomes que, em televisão, já interpretaram Julie contam-se Bibi Andersson, uma das actrizes de Bergman, em 1969, e Helen Mirren, num telefilme de 1972.

O potencial cinematográfico de Menina Julie foi explorado num espectáculo de 2010 da inglesa Katie Mitchell, em colaboração com Leo Warner, criado para a Schaubühne, em Berlim, onde era do ponto de vista de Christine. O dispositivo cénico implicava a filmagem permanente do espectáculo que equilibrava cenas no palco e outras em vídeo, pensadas a partir do quarto anexo à cozinha onde se passa o essencial da acção da peça. Aí, Christine, que tem uma presença mais espectral do que física na peça, observava, ou ouvia, os diálogos entre Julie e Jean, criando imagens para o que imaginava.

Em 2011 Juliette Binoche, invertendo a sua presença no cinema, interpretou a peça em França, uma encenação de Frédéric Fisbach que foi mal recebida, precisamente por querer aproveitar-se da intensidade que Binoche teria nas suas escolhas cinematográficas para uma personagem que, em plena descoberta do mundo e crente no poder de transformação que as suas escolhas possam produzir, se deixa enganar.

Kate Mara, Greta Gerwig, Jessica Chastain and Jess Weixler attend the EW Must List Party at TIFF on September 9, 2017

Jessica Chastain, Allison Janney and Octavia Spencer 

Aaron Sorkin, Jessica Chastain

Idris Elba, Jessica Chastain and Aaron Sorkin

Jessica Chastain and Idris Elba

Jessica Chastain and Isabelle Huppert photographed by Hannah Aspropoulos

Jessica Chastain and Nicole Kidman

Catherine Deneuve, Jessica Chastain and Isabelle Huppert

Agnes Jaoui, Jessica Chastain and Maren Ade 

Isabelle Huppert and Jessica Chastain photographed by Ruven Afanador for The Hollywood Reporter

Maren Ade, Pedro Almodóvar and Jessica Chastain at Cannes on May 16, 2017

Sarah Paulson, Lupita Nyong’o and Jessica Chastain at the Met Gala

Jessica Chastain and Gad Elmaleh at Carnegie Hall in New York City, on February 11, 2017
































































































































Nome completo Jessica Michelle Chastain
Nascimento 24 de março de 1977 (40 anos)
Nacionalidade americana
Ocupação Actriz
Cônjuge Gian Luca Passi de Preposulo (2017-presente)

2012 - The Help
Melhor Actriz
2013 – Zero Dark Thirty
Melhor Actriz secundária
Outros prémios
2013 – Zero Dark Thirty
















































































































































Jessica Michelle Chastain de (Sacramento, Califórnia, Estados Unidos, 24 de março, é uma actriz norte-americana. Fez várias aparições em séries de televisão até à sua estreia no cinema, no filme independente Jolene. Em 2011, Chastain recebeu atenção devido aos papéis em filmes lançados naquele ano; por sua performance em The Help, recebeu indicações ao Oscar de Melhor Actriz Secundária, Globo de Ouro, SAG Award e BAFTA. Em 2012, a revista Time  classificou-a como uma das "100 Personalidades Mais Influentes do Mundo".

A performance de Chastain em Zero Dark Thirty foi aclamada pela crítica. Recebeu o Globo de Ouro de Melhor Actriz em filme dramático e o Critics' Choice Award de Melhor Actriz, além de ter recebido sua segunda indicação consecutiva ao Oscar.

Chastain foi criada no norte da Califórnia com a mãe, uma chefe culinária vegetariana e seu padrasto, um bombeiro.Ela é próxima da sua avó Marilyn, que foi às cerimónias do Oscar com em 2012 e 2013.

Formou-se na El Camino High School em 1995. Depois, foi à Universidade de Sacramento, onde era membro do grupo de debate (1996–1997). Em 1998, fez sua estreia no teatro como Julieta, numa produção de Romeu e Julieta, através de uma companhia profissional de teatro.

Chastain então foi aceite na Universidade Juilliard em Nova Iorque, onde era bastante activa no departamento dramático e estrelou várias produções teatrais e projectos de filmes estudantis. Formou-se na Julliard em 2003. Chastain tem ascendência francesa, inglesa, espanhola, grega, irlandesa e holandesa.

Oprimeiro papel como profissional foi em 2004, no filme adaptação para televisão de Dark Shadows. Mais tarde, apareceu em séries de televisão como ER, Veronica Mars, Close to Home e Law & Order: Trial by Jury.

Em 2008 estreou-se no cinema no filme Jolene , vencendo o Prémio de Melhor Actriz no Festival Internacional de Cinema de Seattle. Em 2010 interpretou Rachel Singer, uma agente do Mossad, no filme The Debt, de John Madden. Em 2011, estrelou vários projectos, incluindo The Tree of Life, de Terrence Malick, e Texas Killing Fields. Chastain recebeu boas críticas pela performance no filme Take Shelter, em que interpreta a esposa de um homem atormentado por visões apocalípticas.

Em 2011, Chastain também estrelou com Al Pacino o filme Salome e teve papéis secundários nos filmes The Help e Coriolanus. Pelo filme The Help recebeu indicações ao Oscar, Globo de Ouro e ganhou um Prémios Screen Actors Guild junto ao elenco do filme. Em 2012, veio a receber elogios diversos da crítica pelo trabalho em Zero Dark Thirty, que lhe rendeu o Globo de Ouro de Melhor Actriz em filme dramático, e pelo segundo ano consecutivo indicações ao SAG Award de Melhor Actriz, e ao Oscar de Melhor Actriz.

























































































2008 Jolene Jolene
Prémio de Melhor Actriz no Festival Internacional de Cinema de Seattle
2009 Stolen Sally Ann
2010 The Debt Jovem Rachel Singer
2011 The Tree of Life Sr.ª O'Brian
Venceu - Satellite Awards de Melhor Actriz Secundária
Wilde Salome Salome
Coriolanus Virgilia
Take Shelter Samantha LaForche
Indicada - Independent Spirit Awards de Melhor Actriz Secundária
The Help Celia Foote
Indicada - Oscar de Melhor Actriz Secundária
Indicada - Globo de Ouro de Melhor Actriz Secundária
Indicada - Critics' Choice Award de Melhor Actriz Secundária
Indicada - BAFTA de melhor actriz secundária em cinema
Indicada - Prémios Screen Actors Guild de Melhor Actriz Secundária
2012 Madagascar 3: Europe's Most Wanted Gia
Lawless Maggie
Zero Dark Thirty Maya
Venceu - Globo de Ouro de Melhor Actriz (Drama)
Venceu - Critics' Choice Award de Melhor Actriz
Venceu - National Board of Review de Melhor Actriz
Venceu - Chicago Film Critics Association de Melhor Actriz
Venceu - Dallas-Fort Worth Film Critics Association de Melhor Actriz
Venceu - Florida Film Critics Circle de Melhor Actriz
Venceu - Iowa Film Critics de Melhor Actriz
Venceu - Oklahoma Film Critics de Melhor Actriz
Venceu - Phoenix Film Critics Society de Melhor Actriz
Indicada - Oscar de Melhor Actriz
Indicada - BAFTA de melhor actriz em cinema
Indicada - Prémios Screen Actors Guild de Melhor Actriz
Indicada - Satellite Awards de Melhor Actriz
2013 Mama Annabel
2014 The Disappearance of Eleanor Rigby Eleanor Rigby
Dividido em dois filmes: Ele e Ela
Interstellar Murphy
A Most Violent Year Anna Morales
Indicada - Globo de Ouro de Melhor Actriz Secundária
Indicada - Critics' Choice Award de Melhor Actriz Secundária
Indicada - Prémios Screen Actors Guild de Melhor Actriz Secundária
2015 The Martian Melissa Lewis
Indicada - Saturn Awards de Melhor Actriz
Crimson Peak Lady Lucille Sharp
Venceu - Saturn Awards de Melhor Actriz Secundária
2016 The Huntsman: Winter's War Sarah
Miss Sloane Elizabeth Sloane
Indicada - Globo de Ouro de Melhor Actriz (Drama)
2017 The Zookeeper's Wife Antonina Żabińska
Molly's Game Molly Bloom



















 






















































Imagens e textos (tradução automática), colhidos da internet

Sem comentários:

Enviar um comentário