Judy Garland

Um milhão para quem resolver o mistério dos sapatos de Judy Garland

JESSICA CONTRERA    14/07/2015

Os sapatos que a actriz usou em O Feiticeiro de Oz foram roubados há dez anos. Um milionário anónimo oferece uma recompensa a quem der pistas sobre o seu paradeiro


Ainda existem quatro pares de sapatos usados na rodagem AFP

São os sapatos famosos pela frase “Não há lugar como a nossa casa”. Fecha os olhos, Dorothy, e bate os saltos três vezes.

Os teus sapatos, Dorothy, onde estão os teus sapatos?



Há quase dez anos, alguém roubou os sapatos de rubi (feitos de lantejoulas) que Judy Garland usou no filme O Feiticeiro de Oz (1939) do museu dedicado à actriz em Grand Rapids, no Minnesota. Não há certamente lugar como a nossa casa quando esses sapatos avaliados em milhões de dólares estão, segundo rumores locais, perdidos em alguma cave ou no fundo de uma mina.

Mas, agora, um fã milionário do filme está disposto a pagar um milhão de dólares (910 mil euros) a quem puder identificar o paradeiro dos sapatos e o nome do perpetrador.

“No princípio não pensámos que a oferta era séria”, disse o porta-voz do Museu Judy Garland, Rob Feeney. “Ele queria permanecer no anonimato. Só queria que se soubesse que é um grande admirador do Feiticeiro de Oz, que vive no Arizona.”



Judy Garland

O doador está determinado em pôr fim a um mistério que há muito é falado na pequena cidade de Grand Rapids, com uma população de dez mil habitantes e onde toda a gente conhece a história de Dorothy e do seu cão Toto. O orgulho da cidade é ser o local de nascimento de Judy Garland. A sua vergonha foi ter deixado os sapatos dela – um dos quatro pares usados na rodagem que ainda subsistem – desaparecerem.

Todos os anos, os sapatos eram emprestados ao museu pelo seu proprietário, o coleccionador Michael Shaw. Quando o museu lhe disse que pretendia pôr os sapatos num cofre todas as noites, Shaw não concordou.

“Ele achava que era a única pessoa que devia tocar nos sapatos”, disse Feeney. “Mais ninguém.”

E foi assim que Feeney entregou os sapatos em pessoa e os colocou numa caixa de plexiglass, a cerca de quatro metros de uma janela. Na noite de 28 de Agosto de 2005, quando a América estava colada às televisões a ver o Furacão Katrina desabar sobre Nova Orleães, alguém partiu a janela com um bastão de baseball. O plexiglass foi também quebrado e os sapatos foram levados. A polícia calculou que o roubo levou menos de um minuto a ser executado.

“Não parámos de nos recriminar por não ter colocado os sapatos num cofre”, disse Jon Miner, um dos membros da administração do museu. “Obviamente, o dono ficou perplexo. E nós também.”

A polícia local – que na altura consistia em três agentes – recorreu às câmaras de segurança. Surpresa: estavam desligadas.

Apesar de isso ter levantado a suspeita de que poderia ter sido obra de alguém do museu, essa possibilidade foi rapidamente excluída, disse Feeney. Também investigaram Shaw, mas a polícia acabou por concluir o que toda a gente na cidade acredita ter acontecido. “As pessoas sabem que os autores do roubo foram um grupo de miúdos”, disse Feeney. “Eles foram vistos noutro sítio antes, a beber, e houve uma conversa do género: ‘Os sapatos de rubi estão cá, aposto que não se atreveriam a ir buscá-los.’”

A administração do museu ofereceu uma recompensa de 250 mil dólares, julgando que os adolescentes devolveriam os sapatos. Isso nunca aconteceu. Os investigadores fizeram buscas na mansão de um coleccionador na Califórnia e numa mina que se dizia ser o lugar para onde os sapatos tinham sido atirados. Nada.

O doador, a direcção do museu e a polícia têm esperança que desta vez, para alguém, não haja lugar como ter um milhão de dólares.

“Se os sapatos estiverem algures num armário, alguém há-de saber”, disse Miner. “Não apenas o responsável pelo roubo. Esperamos que saltem cá para fora.”

Judy Garland, 1940's,

Judy Garland, 1940s.

Judy Garland and songwriter/orchestra leader David Rose were married 1941-1944.

Judy Garland photographed by Richard Avedon.
Judy Garland and her kids, Joey, Lorna (in scarf) and Liza

Judy Garland
Judy Garland c.1945

Judy Garland and baby Liza, 1946.

Judy Garland, ca. 1928

Judy Garland

Mickey Rooney and Judy Garland in Babes On Broadway (1941)

Judy Garland

Judy Garland and her mother

Judy Garland (Frances Gumm),  1928.

Judy Garland


Judy Garland

Judy Garland Vincente Minnelli on their wedding day. June, 1945

Judy Garland at the Palace with two of her children, Lorna and Joey. 

Judy Garland

Judy Garland

Os Gumm Sisters, aka os Garland Sisters, por volta de 1935. Linha superior: Mary Jane e Dorothy Virginia Gumm; Inferior central: Frances Ethel (Judy Garland) Gumm.

Judy Garland

Judy Garland



Nasceu Frances Ethel Gumm
10 de junho de 1922 Grand Rapids, Minnesota, Estados Unidos

Morreu 22 de junho de 1969 (47 anos) Chelsea, Londres, Inglaterra


Ocupação Actriz, cantora, vaudevillian
Anos activos 1924-1969 (cantora) 
1929-1967 (actriz)
Cônjuge (s) David Rose (m. 1941;. Div 1944)
Vincente Minnelli (m. 1945;. Div 1951) 
Sidney Luft (. M 1952;. Div 1965)
Mark Herron (. M 1965;. Div 1967) 
Mickey Deans (. M 1969 ; sua morte 1969)

Crianças 3, incluindo Liza Minnelli e Lorna Luft



Gene Kelly & Judy Garland.

29 February 1940: Judy Garland receives a special Academy Award (Best Juvenile Actress) for "The Wizard of Oz" from Mickey Rooney

Clark Gable hugs Judy Garland

Bob Hope & Judy Garland

Gene Kelly and Judy Garland

Judy Garland & Mickey Rooney on The Judy Garland Show (looks like they are taking a selfie)

Legendary chanteuse Judy Garland sitting at state dinner with John Kennedy.

Judy Garland on meeting Jimmy Stewart

Tom Drake and Judy Garland

Judy Garland Van Johnson

Donald O'Connor & Judy Garland

Richard Avedon & Judy Garland.

Judy Garland and Fred Astaire

Judy with Frank Sinatra, 1944.

Judy Garland and James Mason - A Star is Born (George Cukor, 1954)

Judy Garland and Robert Walker

Kay Kyser, Judy Garland & Harpo Marx

Judy Garland & Robert Walker - The Clock

Judy Garland & Henry Fonda


Filmography

The Big Revue 1929 Herself, with the Gumm Sisters 
A Holiday in Storyland 1930 Herself, with the Gumm Sisters
Bubbles 1930 Herself, with the Gumm Sisters 
The Wedding of Jack and Jill 1930 Herself, with the Gumm Sisters 
La Fiesta de Santa Barbara 1935 Herself, with the Gumm Sisters 
Every Sunday 1936 Judy Short film, first role at MGM
Pigskin Parade 1936 Sairy Dodd 
Broadway Melody of 1938 1937 Betty Clayton 
Thoroughbreds Don't Cry 1937 Cricket West 
Everybody Sing 1938 Judy Bellaire 
Love Finds Andy Hardy 1938 Betsy Booth 
Listen, Darling 1938 "Pinkie" Wingate 
Babes in Arms 1939 Patsy Barton Garland was honored with an Academy Juvenile Award[a]
Andy Hardy Meets Debutante 1940 Betsy Booth 
Strike Up the Band 1940 Mary Holden 
Little Nellie Kelly 1940 Nellie Noonan Kelly, Little Nellie Kelly 
Ziegfeld Girl 1941 Susan Gallagher 
Life Begins for Andy Hardy 1941 Miss Betsy Booth 
Babes on Broadway 1941 Penny Morris 
We Must Have Music 1942 Herself 
For Me and My Gal 1942 Jo Hayden 
Thousands Cheer 1943 Herself 
Presenting Lily Mars 1943 Lily Mars 
Girl Crazy 1943 Ginger Gray 
Meet Me in St. Louis 1944 Esther Smith 
The Clock 1945 Alice Mayberry 
Ziegfeld Follies 1945 The Star Featured in A Great Lady Has An Interview segment 
The Harvey Girls 1946 Susan Bradley 
Words and Music 1948 Herself 
The Pirate 1948 Manuela Ava 
Easter Parade 1948 Hannah Brown 
In the Good Old Summertime 1949 Veronica Fisher 
Summer Stock 1950 Jane Falbury 
A Star Is Born 1954 Vicki Lester (Esther Blodgett) Garland won the Golden Globe Award for Best Actress in a Musical or Comedy and was nominated for an Academy Award for Best Actress.[1][2]
Pepe 1960 Herself Voice only 
Judgment at Nuremberg 1961 Mrs. Irene Hoffman Wallner Garland received Oscar and Golden Globe nominations for Best Supporting Actress.[1][2]
Gay Purr-ee 1962 Mewsette Voice only 
A Child Is Waiting 1963 Jean Hansen 
I Could Go On Singing 1963 Jenny Bowman





























Imagens e textos (tradução automática), colhidos da internet

Sem comentários:

Enviar um comentário